VISEEON PORTUGAL - CONTABILISTAS CERTIFICADOS EMPREENDEDORES

CULTIVAR BONS RELACIONAMENTOS…!

Criar uma rede de contatos, mantê-la viva e em constante crescimento é a chave do sucesso de muitos empreendedores. Isto é conseguido através da participação em conferências, almoços de negócios, congressos, grupos de networking, associações profissionais, entre outros. Estar presente em eventos importantes para ouvir, conversar, perguntar e, acima de tudo, conhecer mais pessoas.

O que nos impulsiona a ter este tipo de iniciativa é a enorme vontade de “fazer crescer” o nosso negócio, no entanto a forma como o fazemos nem sempre é eficaz, e muitas vezes leva-nos a desistir facilmente e a classificar o Networking como “isso não é para mim…” ou “não tenho tempo para isso…”!

Imagine uma sala com um grupo de empresários, empreendedores e motivados. Se perguntarmos quantos dos presentes querem vender os seus produtos ou serviços, penso que a concordância é por unanimidade. No entanto, se questionarmos quantos estão dispostos a comprar os produtos ou serviços presentes em sala, a disponibilidade reduz drasticamente. Esta é a grande questão do Networking: É sobre cultivar relacionamentos, dedicar energia e tempo para que estes cresçam e comecem a dar frutos. Não devemos ir diretamente para o modo de vendas! Estabelecer visibilidade e construir credibilidade, antes de tentar chegar à lucratividade, é o segredo de manter uma “rede de contatos” em permanente crescimento.

Por vezes, tentamos pular a visibilidade e a credibilidade para chegar à lucratividade mais rapidamente. Digamos que isso se trata de solicitação prematura, o que acontece muitas vezes, principalmente nas redes sociais. É necessário haver uma conexão verdadeira ou ter ajudado alguém antes de querer algo. As pessoas dizem que perguntar nunca é demais, mas estão erradas. Pode ser inoportuno se perguntar muito cedo, e pode fechar uma porta que poderia ser importante para o crescimento da nossa atividade.

Para ter sucesso na construção de uma rede de Network que levará a oportunidades de negócios, temos 5 pontos essenciais que ajudam a semear bons relacionamentos:

  • “No que posso ajudar?”: pergunta fundamental para abrir a porta de quem está reunido connosco! Se iniciarmos uma conversa começando a falar de nós, do nosso negócio, não dando espaço ao outro, estamos a mostrar explicitamente que estamos focados “no nosso umbigo”. E na realidade networking é uma porta com dois lados: eu e o outro. Ambos temos a mesma importância.
  • Saber ouvir: ouvir a experiência de quem está à nossa frente é elementar. A experiência, a história, o que faz, como faz, o que quer, o que precisa.
  • Apresentar-se sem medo: muitos de nós não estamos habituados a falar sobre a nossa atividade, ou mesmo sobre nós mesmos, no entanto é importante mostrarmos consistência, clareza e foco. Crie coragem, mas nunca antes de se preparar para o contato; a primeira impressão que passar é muito importante.
  • Ganhar credibilidade: não cumprir com as expectativas – o não cumprimento de promessas explícitas e implícitas – pode matar um relacionamento que estiver florescendo.
  • Persistência: Networking não é algo que dê frutos de um dia para o outro. É algo que deve ser construído ao longo do tempo e que requer muita persistência. Manter o contato é primordial para “não cair no esquecimento” e poder classificar o tempo já investido como algo positivo.

Em 2020, as usuais reuniões presenciais foram interrompidas devido à atual situação pandémica mundial. No entanto, mesmo não sendo possível frequentar os lugares habituais para interagir pessoalmente com outras pessoas, reuniões ou eventos sociais, o boom do on-line permitiu poder agir, construir e ampliar a rede de contatos.

Plataformas virtuais substituíram as salas de reuniões, o que nos permite viajar pelo mundo à velocidade de um link. O que nos permite conhecer, contatar, explorar, um mundo de oportunidades que há um ano atras era uma dificuldade pelo conceito e preconceito de que um negócio obrigava a “estar presente”, a viajar fisicamente, a esticar o nosso tempo e a aumentar os custos de internacionalização. Hoje, o on-line é uma porta aberta a novas oportunidades!

Muitos dizem que não têm tempo para fazer networking. Bem, temos tempo agora! Como diz o provérbio “a melhor época para plantar uma árvore foi há 20 anos atrás, mas a segunda melhor época é hoje”. Não é tarde demais para começar a construir uma rede agora!

Claúdia CARAMELO
Diretora geral de operações CASCAIS
Claudia.caramelo@viseeon.pt